segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

tempo do amor

Qual é o tempo do amor senão aquele em que as músicas foram feitas para nós, em que os caminhos se abrem ao nosso passar e em que a vozes contrárias não nos adentram os ouvidos?
Nesse tempo, onde os relógios às vezes param e às vezes correm, onde a comida é sonho e onde o vinho é suor, saliva e perfume, as palavras têm um milhão de significados e os sons são sentidos na pele dos amantes.
A pressa do amar e a dor de separar os corpos unidos em alma e carne são turbilhões pelos quais passamos ilesos, pois sentimo-nos mais vivos e, no amor, somos apenas vulneráveis ao veludo ou aos espinhos do ser amado.
E as mentes, coadjuvantes desse tempo de terremotos floridos e vendavais aromáticos, guardam as chaves do baú de identidades comuns aos que se enontraram na vida para tornarem-se únicos.
E até a morte viverão qualquer estação do tempo do amor.

7 comentários:

Márcio Almeida Júnior disse...

"A pressa de amar..."
Um momento de calmaria lírica em meio à tempestade de idéias. A fada dentro da fera. Inspirado, Dra, muito inspirado.

Luciana F. disse...

Sim, Márcio, baixou a fada neste corpo...rsrsrsrs...a fonte da minha inspiração merece esses agradinhos líricos, que andavam em falta em meio à fúria racional...abço!

Fonte inspiradora disse...

Tu és a fonte inspiradora para todos os meus dias!!! Te amo!

Juliana disse...

Olá... Faz algum tempo que não vejo seu blog hj vou fazer um, sabe preciso desabafar muito.
Dia 10/01 tive uma decepção com a pessoa que mais amei nesse mundo, acho que amei mais do que eu mesma.
Essa pessoa durante a semana jurava-me amor eterno, 6 dias depois disse que não amava mais! Da pra entender??????????
Bom só imagina como eu estou, terrivelmente desapontada. O bom de tudo isso é que consegui perder 7kg em 2 semanas (risos)
Bom final de semana beijos

Luciana F. disse...

Olá Juliana, obrigada pela visita no blog. Vai fundo na idéia de seu blog que garanto que vale a pena! Abraço!

Larissa disse...

Lu, fazia tempo que não vinha aqui, vou começar a frequentar com mais assiduidade.
Tuas palavras são lindas, lindas, lindas mesmo!
Só isso que posso dizer depois de lê-las e senti-las, sobretudo.
Bjinhos!

Luciana F. disse...

Lari, querida, venha sempre!!! Gosto muito de suas contribuições!! Bjos