segunda-feira, 28 de julho de 2008

Organizando gavetas

Eu quero:
- um apartamento com lugar para o piano;
- dias de férias na Europa com o amor da minha vida;
- dias de férias em qualquer lugar com o amor da minha vida;
- aceitar que posso errar de vez em quando e que ninguém vai morrer por isso (não sou neurocirurgiã, não se preocupem!);
- acreditar de verdade na capacidade das pessoas e não mais fingir que não me importo;
- tempo para ir no cabelereiro;
- encontrar um motivo para continuar escrevendo (sem contar minha necessidade terapêutica);
- encontrar em mim o valor que os outros dizem existir;
- comer mais sashimi e menos chocolate;
- me sentir mais confortável em minha companhia;
- rir do relógio;
- aposentar minhas armaduras;
- tomar vinho em algum lugar da Costa Amalfitana ao pôr-do-sol;
- poder dormir sem medo de fechar os olhos e acordar sem medo de abri-los;
- me dar permissão para criar o mundo em que gostaria de viver.

4 comentários:

Larissa disse...

eu adoro fazer listas, assim exercito meu lado obsessivo-compulsiva... mas o depressivo anda mais atuante no momento, rsrsrs. acredite...
eu colocaria em minha lista três itens neste período de adaptação pelo qual estou passando:
- ser mais paciente e tolerante em relação às diferenças
- aceitar o tempo passando e entender que é necessário deixá-lo passar para deixar chegar a compreensão
- entender que nunca temos tanta certeza assim de nossas escolhas e o risco de não tê-las é o que faz da vida um pouco mais interessante.
Bjus querida.
adoro teus escritos.
Lari

Germano Xavier disse...

O último pedido abarca tudo, Lu.

E eu também quero.
Sempre lendo você.

Abraço bom.

Luciana F. disse...

Lari! Que bom te ver por aqui! Pois é, quando estou enlouquecendo, me dá vontade de fazer listas...rsrsrsrs...Vc fala de adaptação, e é exatamente isso, o adaptar-se telvez seja o único item indispensável e imutável da lista...bjosss
ps. escreve aí: nós vamos te visitar em breve!

Luciana F. disse...

Germano, é verdade, quando escrevi o último me dei conta de que sou a única responsável pela minha loucura....o problema é como dar carta branca a mim mesma....Bjosss!