terça-feira, 4 de março de 2008

Não é fácil

Até agora, tudo certo. Tudo muito lindo. Tudo maravilhoso. Hoje, contudo, me dei conta de que o buraco é mais embaixo. Quase uma da manhã e só agora consegui escrever um texto para entregar na oficina de crônica de terça (hoje) à noite. E eu que pensei que tinha facilidade para escrever. Ledo engano. Que horror ter de escrever sobre um tema encomendado e com prazo estipulado. Normalmente, eu escrevo o que me vem cabeça, na hora que vem e do jeito que vem. E se me vem e não tenho tempo de postar no blog, acabo deixando passar. Nos últimos dias, porém, tenho tentado observar qualquer pedacinho de idéia que me brote na cabeça. Ando até roubando idéia alheia. Tudo em função do "tema de casa". E, ainda assim, a coisa tá difícil. Bom, espero que o sofrimento do bloqueio criativo vire inspiração uma hora dessas. Ok. Estou caindo de sono. O dia vai ser cheio de trabalho. Seja o que deus quiser...

6 comentários:

alexandre guardiola disse...

o quanto se mistura desejo, inspiração e profissão?
o ledo engano: literatura, coleção de porcelana?

Luciana F. disse...

acho que o meu problema é o superego...estou num momento censora de mim mesma...itaipu com as comportas trancadas...mas creio que logo passa...volte sempre, alexandre!abraço!

alexandre guardiola disse...

participar de uma oficina é algo muito bom, ilumina as idéias... mas nos deixa excessivamente auto-críticos, quase viciados no detalhe...

Germano V. Xavier disse...

Assim é que é bom!!!
Tô na torcida!!!

Um cheiro...

Geu

Luciana F. disse...

é bom, mas dá uma canseira! Bjos Germano!

Alessandro Palmeira disse...

Precisa-se acontecer um abandonar-se, e depois um encontro. Abraços saudosos.