sábado, 28 de fevereiro de 2009

Aniversário

Hoje, 28.02.2009, cheguei aos 32. Diferentemente de dois anos atrás, quando inciei o blog por conta da crise dos 30 anos, estou me sentindo muito bem. Estou mais consciente do mundo e também mais feliz. A despeito da aparente contradição, é a mais crua verdade.
Passei a chegada dos 32 aqui em Fernando de Noronha, ao lado da pessoa com a qual escolhi passar o resto da vida. Só isso bastaria. Atualmente, contudo, não estou mais considerando a vida uma sequência de banalidades ou uma série lógica de causas e efeitos.
Hoje, levantei de manhã cedo e achei bom. Gostei de ver maçãs no café-da-manhã, estava com saudades de comer maçã. Deixei-me irritar com o despreparo dos locais em receber turistas e parei de justificar seu comportamento por seu way of life escolhido. Dei risada depois de caminhar um 1 km de trilha sob calor de rachar e não ver os golfinhos. Machuquei feio o dedinho do pé numa pedra e segui achando lindo o mar azul. Enchi os olhos d'agua ao ouvir do fiscal do ibama que o cabritinho recém-nascido deitado no meio da mata iria morrer e aceitei a explicação de que era fato da natureza local. Mergulhei de snorkel pela terceira vez e usei colete salva-vidas onde ainda dava pé. Vi que um bebê escandinavo gordinho e faceiro, nosso vizinho de areia na Praia do Sueste, pode fazer nascer a vontade de ter vários bebês - mas decidimos espaçá-los em dois anos. Comi bolinho de tubarão. Vi o sol começar a se pôr no Porto e terminar na Cacimba do Padre. Não fu vítima de atolamento de buggy. Não me incomodei com meu cabelo embaraçado pela ventania - fiz um coque e fui feliz. Sentei num restaurante e não gostei do menu - levantei e dei tchau. Jantei no deck do Teju-Açu, com tochas ao redor, móveis balineses e sapos engraçados. Conheci o garçom William, que garantiu que voltaríamos à ilha e eu acreditei nele. Passei o dia sem bateria num celular e sem sinal no outro - e não pirei. Adorei os emails e mensagens de todos os que lembraram da minha data de nascimento. Não encontrei resposta alguma e as perguntas se multiplicaram - mas senti tudo que pude.
Hoje fiz 32. Hoje nasci muitas vezes.

4 comentários:

Márcio Almeida Júnior disse...

Parabéns atrasados, Dra.Estimo que viva e aprenda. Muitos morrem tentando. Que seu período de aprendizado seja longo e produtivo.

Larissa disse...

Lu,
Que lindo esse post...
Meus parábens atrasado...desejo toda a felicidade do mundo para vocês!
Guria, a coisa mais gostosa do mundo para mim é ver os meus amigos bem. Portanto, deste mais alegria ao meu dia de hoje!!!
Beijos e muitos e muitos nascimentos...

Luciana F. disse...

queridos, obrigada! cada vez mais me convenço das nossas semelhanças com os bons vinhos de reserva....as melhoras têm seu tempo para acontecer....bjos

GUNNER disse...

Todo dia contigo é o mais belo dos dias...