domingo, 2 de setembro de 2007

Insights de domingo

Assisti a um fime indicado pela Karen (depois do Master Key System, tudo que ela indica eu leio ou vejo) chamado The Peaceful Warrior ou Poder Além da Vida, na tradução sempre besta em português. Achei interessante. Não pelo filme em si, mas pelos insights gerados nesta mente que vos escreve. Apesar de ser um filme de programação neurolinguísica "para colorir", tem coisas bem inspiradoras. E inspiração sempre vem bem nessa vida de posturas enlatadas e sentimentos mofados. As mensagens do filme são bem explícitas, beirando a forçação de barra, mas ainda assim me segurei para não derramar uma lágrima aqui e ali. Não por alguma cena específica, mas por algumas revelações pessoais que brotaram durante o filme. Claro, tenho que dizer que um dos pilares da programção mental é a repetição de conceitos e treinamento do cérebro com a absorção dos mesmos, por isso até que as mensagens são explícitas e expostas de forma quase didática.
Mas como estou aqui a serviço da utilidade pública, engulo minha soberba que tende a analisar a película e não seu efeito, e exponho-lhes as mensagens que achei mais relevantes:
1 - A warrior is not about perfection or victory or invulnerability. He's about absolute vulnerability.
2 - There is no starting or stopping - only doing.
3 - There are no ordinary moments.
4 - Throw out everything that is keeping you from this moment.
5 - There is never nothing going on.
6 - Where are you? Here. What time is it? Now. What are you? This moment.
7 - The three rules of reality: Paradox (life's a mistery, don't waste time trying to figure it out), Humour (keep a sense of humour, especially about yourself, it is a strength beyond all measure) and Change (know that nothing stays the same).
A primeira reação ao ler essas mensagens é a de que já se sabe disso tudo, mas é aí que reside a força do treinamento mental. Ultrapassar a barreira de desdenhar o supostamente conhecido e analisar as ações que tomamos.
Sabemos mesmos das coisas ou apenas temos a ilusão de que somos coerentes?

3 comentários:

Rafael disse...

Muito tri!
Inspirador!
Tem esse filme em locadoras?
Beijos
Biff

Luciana F. disse...

sim, darling, até perguntei se tu tinhas visto...rsrsrs

Anônimo disse...

Concordo, otimos comentarios.
Agora, quanto a analise cinematografica...Eh, eu acho que vc seria uma otima cinematografa. Hummmmm, e fotografa tambem :)

Ka

ps: Happy to know you trust my judgment...and I hope you don't get disappointed with future recommendations.
Peae out